sysconf

SYSCONF(3)                 Manual do Programador Linux                SYSCONF(3)



NOME
       sysconf - obtém informações de configuração em tempo de execução

SINOPSE
       #include <unistd.h>

       long sysconf(int name);

DESCRIÇÃO
       sysconf() fornece um meio para a aplicação determinar valores para os
       limites ou opções do sistema em tempo de execução.

       As macros equivalentes definidas em <unistd.h> só podem dar valores
       conservativos; se uma aplicação quer tomar proveito de valores que podem
       mudar, pode ser feita uma chamada a sysconf() , que pode render
       resultados mais liberais.

       Para obter informações sobre um arquivo em particular, veja fpathconf()
       ou pathconf().

       Os seguintes valores são suportados name.  Primeiro, os valores
       compatíveis com POSIX.1:

       _SC_ARG_MAX
              O comprimento máximo dos argumentos para as famílias de funções
              exec() ; a macro correspondente é ARG_MAX.

       _SC_CHILD_MAX
              O número de processos simultâneos por id de usuário, a macro
              correspondente é _POSIX_CHILD_MAX.

       _SC_CLK_TCK
              O número de pulsos de relógio por segundo; a macro correspondente
              é CLK_TCK.

       _SC_STREAM_MAX
              O número máximo de fluxos que um processo pode manter abertos a
              qualquer tempo.  A macro POSIX correspondente é STREAM_MAX, a
              macro com padrão C correspondente é FOPEN_MAX.

       _SC_TZNAME_MAX
              O número máximo de bytes em um nome de fuso horário, a macro
              correspondente é TZNAME_MAX.

       _SC_OPEN_MAX
              O número máximo de arquivos que um processo pode manter abertos a
              qualquer tempo, a macro correspondente é _POSIX_OPEN_MAX.

       _SC_JOB_CONTROL
              Isto indica se o controle de tarefa no estilo POSIX é suportado, a
              macro correspondente é _POSIX_JOB_CONTROL.

       _SC_SAVED_IDS
              Isto indica se um processo tem um set-user-ID e um set-group-ID
              gravados; a macro correspondente é _POSIX_SAVED_IDS.

       _SC_VERSION
              indica o ano e o mês em que o padrão POSIX.1 foi aprovado, no
              formato YYYYMML;ovalor 199009L indica a revisão mais recente,
              1990.

       A seguir, os valores de POSIX.2:

       _SC_BC_BASE_MAX
              indica o valor máximo de obase aceito pelo utilitário bc(1) ; a
              macro correspondente é BC_BASE_MAX.

       _SC_BC_DIM_MAX
              indica o valor máximo dos elementos permitidos em uma matriz por
              bc(1); a macro correspondente é BC_DIM_MAX.

       _SC_BC_SCALE_MAX
              indica o valor máximo de scale permitido por bc(1); a macro
              correspondente é BC_SCALE_MAX.

       _SC_BC_STRING_MAX
              indica o comprimento máximo de uma string aceita por bc(1); a
              macro correspondente é BC_STRING_MAX.

       _SC_COLL_WEIGHTS_MAX
              indica os números máximos de pesos que podem ser atribuídos a uma
              entrada da palavra-chave de ordem LC_COLLATE no arquivo de
              definição de 'locale'; a macro correspondente é COLL_WEIGHTS_MAX.

       _SC_EXPR_NEST_MAX
              é o número máximo de expressões que podem ser aninhadas dentro de
              parênteses por expr(1).  A macro correspondente é EXPR_NEST_MAX.

       _SC_LINE_MAX
              O comprimento máximo de uma linha de entrada do utilitário de uma
              entrada padrão ou de um arquivo. Isto inclui o comprimento de uma
              nova linha seguinte.  A macro correspondente é LINE_MAX.

       _SC_RE_DUP_MAX
              O número máximo de ocorrências repetidas de uma expressão regular
              quando a notação de intervalo \{m,n\} é usada. O valor da macro
              correspondente é RE_DUP_MAX.

       _SC_2_VERSION
              indica a versão do padrão POSIX.2 no formato YYYYMML. A macro
              correspondente é POSIX2_VERSION.

       _SC_2_DEV
              indica se as facilidades de desenvolvimento na linguagem C do
              POSIX.2 são suportadas. A macro correspondente é POSIX2_C_DEV.

       _SC_2_FORT_DEV
              indica se os utilitários de desenvolvimento em FORTRAN do POSIX.2
              são suportados. A macro correspondente é POSIX2_FORT_RUN.

       _SC_2_FORT_RUN
              indica se os utilitários de tempo de execução FORTRAN do POSIX.2
              são suportados.  A macro correspondente é POSIX2_FORT_RUN.

       _SC_2_LOCALEDEF
              indica se a criação de locais do POSIX.2 através de localedef(1) é
              suportada. A macro correspondente é _POSIX2_LOCALEDEF.

       _SC_2_SW_DEV
              indica se a opção de utilitários de desenvolvimento de software do
              POSIX.2 é suportada. A macro correspondente é POSIX2_SW_DEV.

       SUSv2 também lista

       _SC_PAGESIZE _SC_PAGE_SIZE
              O tamanho de uma página  (em bytes).

       Estes valores também existem, mas podem não ser padrões.

       _SC_PHYS_PAGES
              O número de páginas de memória física. Note que é possível que o
              produto deste valor com o valor de _SC_PAGE_SIZE cause um estouro.

       _SC_AVPHYS_PAGES
              O número de páginas da memória física disponíveis no momento.

VALOR DE RETORNO
       O valor retornado é o valor do recurso do sistema, 1 se uma opção
       pesquisada está disponível, 0 se não, ou -1 em caso de erro. A variável
       errno não é setada.

CONFORME
       POSIX.1, POSIX.2 proposto

ERROS
       É difícil usar ARG_MAX porque não é especificado quanto espaço de
       argumento para exec() é consumido pelas variáveis de ambiente do usuário.

       Alguns valores de retorno podem ser gigantes; eles não são apropriados
       para alocar memória.

       POSIX.2 ainda não é um padrão aprovado; as informações nesta página de
       manual são sujeitas a mudanças.

VEJA TAMBÉM
       bc(1), expr(1), locale(1), fpathconf(3), pathconf(3)

TRADUZIDO POR LDP-BR EM 03/08/2000
       RUBENS DE JESUS NOGUEIRA <darkseid99@usa.net> (tradução) XXXXXX XX XXXXX
       XXXXXXXX <xxxxxxxxxx@xxx.xxx> (revisão)



GNU                            18 de abril de 1993                    SYSCONF(3)